@umamordelivro

“O sorriso da Hiena”, do autor Gustavo Ávila, já começa perturbador.
.
Imagine só uma cena criada por um assassino: duas cadeiras uma do lado da outra e uma de frente para elas. Nas duas cadeiras, estão pai e mãe. De frente para o casal, o filho de oito anos. Com a seguinte frase, “Ninguém gosta de linguarudos”. O tal assassino corta a língua do pai e mata a mãe com um tiro, na frente da criança, deixando a ali para ser encontrada por vizinhos.
.
Anos mais tarde, esse crime volta a atormentar a polícia. Sempre com o mesmo cenário... Afinal de contas, qual é a intenção do autor dos crimes? Será que alguma hora ele vai dar um passo em falso e deixar uma pista para a polícia? Esses acabam sendo nossos questionamentos também e o envolvimento do leitor na trama.
.
Para dar forma a história, o autor criou três personagens distintos com um papel fundamental para o seu desenrolar.
.
Artur, o detetive com suas particularidades da Síndrome de Asperger.
.
William, o psicólogo infantil que escreveu a tese, “Como se tornam os adultos”.
.
E David, o adulto que se tornou um assassino através do trauma presenciado anos atrás com o assassinato brutal dos pais.
.
O desenvolvimento da trama é de uma inteligência e criatividade inigualável. E é incrível observar como os personagens se deixaram levar pelos acontecimentos tomando atitudes que tentam ser justificadas a todo o momento.
.
Entendo perfeitamente todos os elogios que o livro recebeu. Como disse, a trama é inteligente, um desenrolar que prende o leitor e um final que foge do óbvio. Uma capa sensacional, assim como o título, que faz todo sentido quando você o lê. O livro ainda traz a tona diversos sentimentos como raiva, incredulidade, surpresa e frustração. Fantástico esse envolvimento que tive com a história. Obrigada, @gus_avila. Pela experiência!
.
E graças a Deus e ao talento do Gustavo, a @veruseditora comprou os direitos do livro e vai publicá-lo. Vai ser maravilhoso ver o livro nas estantes de diversas livrarias do Brasil.
.
SUPER recomendado!

Gustavo Ávila